quinta-feira, setembro 30

PC com Linux muda para Windows pirata.

Apesar de a venda de PCs com o Linux em mercados emergentes da América Latina, da Ásia e do Leste Europeu estar em franco crescimento, cerca de 80% dos microcomputadores comercializados com o sistema operacional de código aberto vão, no final, rodar versões piratas do Windows, da Microsoft. A estimativa faz parte de um relatório do Gartner Inc.

O engraçado é que as pessoas nao estao satisfeitas com o desempenho do Linux, que usuario leigo vai querer ficar debugando C no VIM, para fazer seu WinModem funcionar? Ou esperar um Driver do fabricante do Monitor? Ele nem sabe como configurar o X ou o XFree.
O Linux nao está convencendo mesmo nos paises mais 'anti-gringo', continua a ser uma soulução ideologica.
Alves da Rocha (O Critico da comunidade Linux)

9 comentários:

Anônimo disse...

É verdade, melhor ficar com o Windows pirata do que um liXux da vida.
Hehehe... O linux é uma piada, pior que o linux só a comunidade de m**da que fica idolatrando esse sistema operacional (opera erros apenas).

Anônimo disse...

só uma coisa o win nao é fácil assim por nada, pq vc não tem problemas com drivers? pq os fabricantes de hardware ja fazem drivers para o win. To mentindo? Muita coisa faz o win facil, especialmente o monopolio e as "bibliotecas padrão". Ah o win tb tem problemas de dependencia, tente instalar algum jogo que necessite do directx e não instale este pra vc ver.
Não vamos ser linuxiitas fanáticos, mas tb não precisamos ser descer a um nível tão baixo a ponto de sermos microservos zumbis.

Critico disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Vai se fuder seu babaca !

Bruno Soares disse...

Olha o nível... xingar é coisa de moleque birrão e mimmado que não sabe argumentar.

Leonardo L. disse...

Debugar C no VIM?

Hm... vejo que você nunca instalou Windows 98 em um notebook antigo, né? Pois bem, tenho um notebook antigo com selo 'Made for Windows 98'. Adivinhe só: instalando o dito cujo, este não reconhece a placa de som. E não tem procedimento que resolva. Infelizmente não dá para abrir o código do driver com o VIM e tentar resolver o problema, porque eu não tenho acesso a este código e a empresa que fez a placa nem existe mais. Que pena.

Entretanto, ao instalar qualquer versão do Slackware 9+ e iniciar a máquina com este, sou surpreendido pelo som funcionando sozinho, o PCMCIA detectado e o X iniciando perfeitamente, sem ter que mexer em uma linha de nenhum arquivo de configuração.

Ah, e você deve estar se perguntando: porque não botar Windows 2000 ou XP? A resposta é simples: não instala. E aí? Qual arquivo em C (argh) eu preciso mexer para forçar ele a instalar? :^)

Bem, é isso.

Anônimo disse...

franja reconheco que win2000, winxp precisam de uma maquina boa, pq com os "requisitos minimos" vc so instala, usar... bem isto é outra historia, mas o memso nao acontece com o linux? olha cara tudo evolui, o que ta sendo feito hj vai necessitar de tecnologia de hj, nao de nao sei quantos anos atras. tanto o linux como o window$ hj te digo precisam de maquinas potentes, mas estes possuem bem mais recursos do que as tecnologias do passado, o linux é a prova viva disso.

Leonardo L. disse...

Instalo GNU/Linux (uma distribuição leve, obviamente) numa máquina low-end e uso como terminal de texto simples, e até como um terminal gráfico mais "seco". Ou coloco um servidor bom em anexo e uso várias como terminais remotos. Ou transformo uma em roteador, por um custo muito mais baixo que um roteador novo.

Dá pra fazer N usos diferentes com uma máquina antiga deste porte. Vai da imaginação de cada um.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.