quarta-feira, fevereiro 9

Software livre. Que interoperabilidade?

Já não é novidade para ninguem que se confunde muito nestes
ultimos anos software livre com software interoperavel(Um termo que
eu não estou sabendo se está certo mas vem do Ingles 'Interoperable').
Mas como atribuir interoperabilidade ao software livre se ele mesmo desincentiva isso? Podemos recorrer aos exemplos dos varios gerenciadores graficos para Linux que não se comunicam entre si, embora estejam ocorrendo esforços para isso? Podemos falar sobre as varias JVMS's livres ou não que não se conversam?(A JVM da MS também entra nessa lista). Ou que tal a confusão do pessoal do JBoss com o pessoal do Geronimo(Apache)? É exactamente a politica de algumas licenças do software livre que permitem que venham existindo muita falta de interoperabilidade entre as diversas aplicações sejam livres ou não, porque elas INCENTIVAM a modificação sem levar em conta ou OBRIGAR a padronização de aplicações.
Vendendo meu peixe a Microsoft quer queiram admitir quer nao, tem feito esforços para incentivar a interoperabilidade.
Por exemplo liberou gratuitamente os XML SCHEMAS do office 2003 o que vai permitir que qualquer aplicativo possa se comunicar com ele. Segundo, os nossos principais produtos se podem comunicar com praticamente qualquer sistema, desde sistemas Mac OS e varios UNIxes como Linux por exemplo; Sistemas NetWare ou redes AppleTalk e variadissimos protocolos da Internet. A constituição da nossa Framework .Net ao contrario da Java permite que varias linguagens sejam especificadas em cima, dai o surgimento de Cobol.Net por exemplo e muitas outras de uma forma tão facil que só idiota não consegue fazer igual. O surgimento de um .Net livre (Mono) só se deu devido a essa forte capacidade do .Net na aposta do padrão XML, o que deixou caras fortemente influenciados pelo software livre como Miguel de Icaza convencidos de que era a aposta certa, abandonando a maçada do Java de uma vez por todas o que tem provocado um forte apoio de grandes como Novell que está baseando seu produto Ifolder nessa tecnologia. Se não fosse isso será que uma recente sondagem Jupiter Research consideraria que 72% dos administradores de TI consideram as tecnologias da Microsoft mais interoperaveis que as outras(ambientes livres)?
Não é mesmo por isso que recentemente a conceituada Waters magazine considerou a framework .NET como o melhor ambiente de desenvolvimento?
Não é mesmo procurando essa interoperabilidade que a Microsoft se preocupa em apoiar projectos livres como SharpDevelop? Ou distribuir software livres como Gcc etc, ou disponibilizar serviços de/para sistemas UNIXes?


Colaboraram
Adelio Santana(Microsoft Brasil) e
Alves da Rocha(Critica Linux e Mono developer)

4 comentários:

Anônimo disse...

"Adelio Santana(Microsoft Brasil)"
Quer dizer que você está trabalhando junto com esses macaquinhos?
Tá explicado...

sanegolento disse...

Primeiramente quero para benizá-lo afinal é a primeira vez que não "escreve uma matéria" tomado pelo ódio e rancor contra o linux e o software livre.

Realmente é um bom texto e um tanto explicativo e bem escrito.
Assim, msm sendo da microsoft, se vc se juntar com este cara pelo menos não sai um amontoado de bobagens.

Mas voltando à realidade, por um acaso no IDG-Now vi uma reportagem de título Bill Gates envia e-mail de combate ao Linux e pelo que li dessa, o assunto deste email é o mesmo q oq vc's escreveram.

bem, chego a conclusao que, como poderia ser bom de mais, a vontade de escrever isto não partiu de vc nem do seu colega.

no mínimo o tio bill além de "alertar" seus clientes tb andou puxando a orelha de seus funcionários e lacaios.

por conta disto retiro oq disse no 1º parágrafo.

realmente, vc não tem mérito algum, nem positivo nem negativo por estas sujeiras mascaradas q "escreve".

Leonardo Lang (ofranja) disse...

Sim, e desde quando OpenOffice tem o XML aberto? Desde sempre.

A propósito, Windows é interoperável com ele mesmo, e só. Vai fazer ele autenticar num servidor LDAP diretamente, sem usar protocolo SMB ou Active Directory. Entretanto, com GNU/Linux eu consigo autenticar usando qualquer coisa. Se quiser usar um programa em COBOL pra autenticar minha rede, eu posso.

O que você está tentando fazer é dizer que o excesso de opções do GNU/Linux causa falta de interoperabilidade. No ambiente gráfico, isso era verdade até uns bons meses atrás. Mas não é mais.

Entretanto, eu concordo com você. GNU/Linux não é o melhor sistema, longe disso. Ele tem vários problemas, inclusive de interoperabilidade. E quando se fala de bagagem tecnológica, ele está muito atrás de outros.

Mas, te digo com certeza: ele ainda está muito à frente do Windows. Seja com ou sem .NET.

E é isso.

Anônimo disse...

Long live open source and Linux Web Host . I am trying to get as much info as I can on Linux Web Host so I can utilize the power of Linux to my maximum benefit. I would appreciate also if someone could give me a heads up on how to get an RSS feed on this site as well. Here's a good resource for Linux related news and stuff: Linux Web Host

Thanks...

JK